As vozes do AFRICANTAR se misturam às histórias de Ebomi Cici

Nesta Quinta, dia 19, o Grupo AFRICANTAR recebe a ilustre presença de Ebômi Cici, em mais uma apresentação do show Lamento da Águas, no Espaço Xisto Bahia (Barris), às 20h. Canções e histórias de África e de Orixás dão a tônica a este encontro que celebra a ancestralidade afro-descendente.

Ebômi Cici, do terreiro Ilé Axé Opô Aganju, foi por anos assistente de Pierre Verger, tendo catalogado milhares de fotos do etnólogo e fotógrafo francês radicado na Bahia. Reconhecida Mestre Griot (contadora de histórias), pelo Ministério da Cultura, seus conhecimentos e experiências são transmitidos às crianças e jovens do Espaço Cultural Pierre Verger e de escolas públicas. A palavra ebomi é de origem Iorubá e quer dizer “irmão mais velho” – utilizada para as pessoas que já cumpriram o período de sete anos de iniciação.

Lamento das Águas tem um tom de reverência à essência feminina e de valorização à negritude, ritmado por Ijexás, Agueres, Sambas e Cirandas, com arranjos especialmente desenvolvidos para a formação musical do grupo, 5 vozes, violão, percussão e trompete. O repertório passeia por composições dos Tincoãs, Antônio Carlos e Jocafi, Milton Nascimento, Edu Lobo, Roberto Mendes e Afro-Sambas. Entre as músicas, os cantores recitam orikis, poesias, louvores a Orixás femininos e apelos por um mundo mais humano. São textos livremente adaptados de autores como Pierre Verger, José João Craveirinha, Castro Alves, Reginaldo Prandi, Paulo César Pinheiro, Jorge Ben Jor, J. Velloso, Saul Barbosa, Landê Onawalê e Juracy Tavares.

Nesta temporada de Lamento das Águas, o grupo AFRICANTAR já contou com a participação especial das cantoras Ana Paula Albuquerque e Ana Mametto e dos músicos Ivan Huol e Yacoce Simões.

SERVIÇO:
Show Lamento das Águas | Grupo AFRICANTAR convida Ebômi Cici
Onde: Espaço Xisto Bahia (Barris)
Quando: 19/05, QUINTA, 20h
Quanto: R$16 e R$8 (meia)
Informações: 3117-6156

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Africantar no Solar Ferrão

Comemorando o Dia Nacional dos Museus, o Africantar integrou a programação especial da 9ª Semana de Museus com apresentação no Solar Ferrão.

A apresentação foi voltada para crianças da rede pública de ensino mas atraiu a curiosidade de turistas e comerciantes do Pelourinho.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Africantar participa da 9ª Semana de Museus

Vozes do AFRICANTAR ecoarão nas escadarias do Solar do Ferrão

As vozes do AFRICANTAR ecoam no Museu

AFRICANTAR participa da 9ª Seman de Museus

A partir das 16h desta Terça, dia 17, o grupo AFRICANTAR participa da  9ª Semana de Museus, com apresentação única e gratuita, no Centro Cultural Solar do Ferrão (Pelourinho).

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Africantar e Banda Mametto no Espaço Xisto Bahia

Nessa quinta-feira o Africantar recebeu a Banda Mametto, com a presença de Ana Mametto e Yacoce, para conduzir o público a um mergulho em nossas raízes ancestrais.

Juntos eles interpretaram a música “Gira”, grande sucesso do grupo Os Tincoãs.

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

12/05 – Lamento das Águas | AFRICANTAR convida Banda Mametto

O espetáculo Lamento das Águas continua em cartaz, no Espaço Xisto Bahia com participações especiais

Nas Quintas-feiras de Maio, o grupo AFRICANTAR apresenta o show Lamento da Águas, no Espaço Xisto Bahia (Barris), sempre às 20h com participações especiais. Na próxima Quinta, dia 12, o AFRICANTAR convida a Banda Mametto para conduzirem o público a um mergulho musical e poético na ancestralidade negra.

AFRICANTAR e Mametto com Mateus Aleluia

AFRICANTAR e Mametto com Mateus Aleluia

O elo entre o AFRICANTAR e a Mametto é a parceria com o cantor e compositor Mateus Aleluia, que na década de 70 difundiu a musicalidade originada nos Terreiros de Candomblé, com o grupo Os Tincoãs. Para ele, os integrantes do AFRICANTAR são “jovens anciãos”. O nome Mametto, vem do carinhoso apelido que ele deu a Ana, durante as gravações do filme Milagre do Candeal. “Juventude é a semente que brota, porque nós revitalizamos os nossos pés em contato com o nosso chão. E o nosso chão é esse, é Bahia, é África, é Mundo. Este mar de sal que nos trouxe e nos separa também nos une”, afirma Mateus Aleluia.

Lamento das Águas tem um tom de reverência à essência feminina e de valorização à negritude, ritmado por Ijexás, Agueres, Sambas e Cirandas, com arranjos especialmente desenvolvidos para a formação musical do grupo, 5 vozes, violão, percussão e trompete.

O repertório passeia por composições dos Tincoãs, Antônio Carlos e Jocafi, Milton Nascimento, Edu Lobo, Roberto Mendes e Afro-Sambas. Entre as músicas, os cantores recitam orikis, poesias, louvores a Orixás femininos e apelos por um mundo mais humano. São textos livremente adaptados de autores como Pierre Verger, José João Craveirinha, Castro Alves, Reginaldo Prandi, Paulo César Pinheiro, Jorge Ben Jor, J. Velloso, Saul Barbosa, Landê Onawalê e Juracy Tavares.

SERVIÇO:

Show Lamento das Águas | Grupo AFRICANTAR convida Banda Mametto

Onde: Espaço Xisto Bahia (Barris)

Quando: 12/05, QUINTA, 20h

Quanto: R$16 e R$8 (meia)

Informações: 3117-6156

Publicado em Sem categoria | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

AFRICANTAR volta a apresentar Lamento da Águas no Espaço Xisto Bahia, em Maio

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Essência Feminina e Negritude nas Vozes do AFRICANTAR

O espetáculo Lamento das Águas une a plasticidade da música e da literatura negra

EMaio, o grupo AFRICANTAR volta a apresentar o espetáculo Lamento das Águas, com a participação de convidados especiais relacionados à temática afrodescendente. As 04 apresentações acontecem no Espaço Xisto Bahia (Barris), nos dias 05, 12, 19 e 26, sempre às quintas-feiras20h, ingressos R$16 e R$8 (meia).  Na primeira apresentação, dia 5, o grupo recebe o baterista e percussionista Ivan Huol e cantora Ana Paula Albuquerque, uma das idealizadoras do AFRICANTAR, que irá lançar seu primeiro disco no segundo semestre.

Lamento das Águas conduz o público a um mergulho musical e poético na ancestralidade negra. O tom da reverência à essência feminina e da valorização à negritude é ritmado por Ijexás, Agueres, Sambas e Cirandas, com arranjos especialmente desenvolvidos para as 5 vozes Grupo.

O repertório passeia por composições dos Tincoãs, Antônio Carlos e Jocafi, Milton Nascimento, Edu Lobo, Roberto Mendes e Afro-Sambas. Entre as músicas, os cantores recitam orikis, poesias e outros textos que contam louvam Orixás femininos e fazem apelos por um mundo mais humano. São livre adaptações a partir de textos de autores como Pierre Verger, José João Craveirinha, Castro Alves, Reginaldo Prandi, Paulo César Pinheiro, Jorge Ben Jor, J. Velloso, Saul Barbosa, Landê Onawalê e Juracy Tavares.

Com a proposta de potencializar o intercâmbio com outros artistas e grupos envolvidos com a temática Afro-descendente, a cada semana, o AFRICANTAR conta com participações especiais. Dentre os cantores, músicos e contadores de história, estão sendo convidados nomes como Ana Paula Albuquerque, Ivan Huol, Letiere Leite (Orquestra Rumpilezz), Bira Marques (Orquestra Afro Sinfônica), Mametto, Ebomy Cici (Fundação Pierre Verger), Vanda Machado (Ilê Axé Opô Afonjá), dentre outros.

SERVIÇO:

Show Lamento das Águas | Grupo AFRICANTAR e Convidados

Onde: Espaço Xisto Bahia (Barris)

Quando: 05 a 26/05, QUINTAS, 20h

Quanto: R$16 e R$8 (meia)

Informações: 3117-6156

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário